Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio
O que você está procurando?
x

Blog

BASTIDORES EMPTY

Publicado em 14.10.2020 |
Visualizações
22 visualizações

Conheça um dos trabalho por traz dos bastidores da empty.

01 1 2

Mauricio, ou Mau, nasceu na cidade de São Paulo no meio da década
de 80, onde seus pais eram relativamente bons viajantes e foi criado entre as praias do litoral norte e
as idas para a fazenda. No meio de sua infância, sua família resolveu mudar da cidade e morar na antiga fazenda
de café que sua mãe foi criada, longe do mar. Assim passou a maior parte da vida entre a cidade, o litoral e o campo
aprendendo a equilibrar, trabalho, lazer e loucura.

02 2 2

Passou a maior parte da vida morando e trabalhando em São Paulo, onde conheceu a contracultura e pessoas
incrivelmente talentosas, amizades que leva para vida. Também foi por lá que conheceu o trabalho do Felipe Siebert,
que na época lhe mostrou a Empty, germinando uma parceria que começou sem grandes pretensões, mas cresce a
cada estação. Hoje mora no sul da Califórnia com sua esposa. ” Minha vida gira em torno de checar as previsões,
desviar do crowd e aproveitar o melhor de cada época do ano sem muito stress ou planejamento”.

03 3

Para criar as peças da Empty, Mau Domingues gosta de começar sem nenhuma ideia,
geralmente uma pilha de papel branco e tinta preta. Desse processo totalmente livre, ele separa suas ideias
que acha pertinente aos conceitos da coleção e daí refina e ajusta os detalhes.

A CAMINHO
Andar até o surf é uma das coisas favoritas da minha vida. Poder eliminar a parte de se trocar na rua, entrar e colocar as tralhas no carro é uma dádiva. Porém, pranchas grandes e caminhadas são duas coisas que não combinam, então sempre penso em ideias pra facilitar a caminhada. Talvez essa funcione?

08 2

GOOD MORNING
O ato de desejar um Bom Dia é meu mantra de positividade, pode ser despejado várias vezes ao dia,
em qualquer pessoa, e em qualquer situação.

09 2

SHARE - EAC
Ainda na ideia de caminhar até a praia, está aí uma outra maneira de dividir a tarefa de carregar uma
prancha pesada. Comecei pensando em algumas ideias surreais, mas acho que esse gráfico se encaixou
perfeitamente na coleção SHARE.

10

“Para me manter são e poder criar/pensar em novos gráficos, procuro atividades
aleatórias que são totalmente desconectadas da minha profissão. É um convite para conhecer
pessoas e práticas novas, e manter sempre a mente em frequências diferentes.”

Acompanhe e saiba mais sobre seu trabalho através do @maudomingues

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.